Queima queima Descontão! Ofertas com até 82% Off

Tudo para sua Clínica em até 48x whatsapp
Compre pelo WhatsApp ou Ligue:0800 940 7149

Visite nosso Blog | Saiba como alavancar sua carreira de esteticista

Blog Home / Destaque / Eletroterapia: o que é? Para que serve? Como funciona?

Eletroterapia: o que é? Para que serve? Como funciona?

abdôbem feminino

A área da estética evoluiu consideravelmente nos últimos anos devido aos grandes avanços das técnicas e dos equipamentos utilizados para a realização dos procedimentos, oferecendo cada vez mais recursos para que as pessoas possam cuidar da saúde e da aparência e ficar mais satisfeitas com a sua autoimagem.

E a eletroterapia tem um papel fundamental nessa evolução, afinal, trata-se de um conjunto de técnicas que utilizam correntes elétricas para proporcionar efeitos na pele e na musculatura do corpo e da face dos pacientes. Você quer saber mais sobre essa técnica? Acompanhe este post da Tudo Belo Estética e saiba o que é, como funciona e quais são os principais procedimentos da eletroterapia!

Afinal, o que é eletroterapia na estética?

Atualmente, a eletroterapia consiste no uso de equipamentos estéticos para a aplicação de correntes elétricas de baixa intensidade com fins estéticos faciais e corporais.

Apesar de reunir técnicas avançadas e aparelhos ultra modernos, a eletroterapia surgiu há muitos anos com fins terapêuticos para aliviar as dores. Relatos contam que a técnica era muito utilizada no século 16 para tratamentos de pacientes com dores intensas. Outras histórias contam que, na Roma Antiga, eram usados peixes elétricos para produção de choques elétricos, obtendo a analgesia no local lesionado.

Até hoje, a eletroterapia é muito utilizada na área da fisioterapia, com equipamentos específicos para a recuperação de traumas nas articulações e nos músculos, em cicatrizes cirúrgicas, distensões, luxações, espasmos musculares, fibroedema gelóide, fraturas, inflamações agudas e crônicas, entre outras lesões provenientes de práticas esportivas ou acidentes em geral.

na área da estética, as técnicas de eletroterapia promovem os seguintes benefícios: eliminação de gordura localizada, tratamento de celulite, estrias, flacidez, além do rejuvenescimento facial, com a suavização e eliminação de rugas e linhas de expressão, tratamento de manchas e olheiras. Algumas técnicas também podem ser utilizadas para o rejuvenescimento das regiões íntimas.

Muitas melhorias no tratamento estético são temporárias, mas, conforme o tratamento vai sendo realizado, os benefícios se tornam mais duradouros, pois o efeito contínuo da corrente faz com que ela atue mesmo após a aplicação. Ainda assim, esses benefícios não são definitivos, visto que os efeitos do tempo continuarão a incidir sobre o organismo.

As correntes elétricas fazem mal para o organismo?

Como dissemos, os equipamentos de eletroterapia atuais utilizam correntes elétricas de baixa intensidade que podem ser seguramente aplicadas no corpo humano, afinal, não se trata de um método invasivo, não causa dependência e não apresenta efeitos colaterais, sendo técnicas muito seguras para o tratamento da grande maioria dos pacientes.

Contudo, existem algumas contraindicações para casos específicos. A eletroterapia não deve ser usada nos seguintes casos:

  • Em pacientes que sofrem de epilepsia;
  • Em pacientes grávidas;
  • Em regiões com lesões na área de aplicação;
  • Em regiões com sensibilidade prejudicada;
  • Em musculaturas já fatigadas;
  • Na região do cérebro;
  • Na região do tórax;
  • Em pacientes com alguma infecção;
  • Em regiões com fragilidade óssea;
  • Em regiões com suspeita ou diagnóstico de tumor

Por isso, é preciso do acompanhamento de profissionais experientes para a condução das técnicas, assim como é necessária a autorização médica em casos específicos.

Quais são os tipos de correntes elétricas usadas na eletroterapia?

Existem diferentes tipos de equipamentos usados para o tratamentos de eletroterapia, os quais usam diferentes tipos de correntes elétricas. Confira:

  • Corrente interferencial: indicada para melhora do desempenho muscular, analgesia e cicatrização;
  • Corrente russa: indicada para o fortalecimento dos músculos;
  • Ondas curtas: indicado para diminuição da rigidez articular, alívio de dores e espasmos e auxílio na regeneração de tecidos moles;
  • Terapia por Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS): indicada para analgesia;
  • Ultrassom: indicado para tratar patologias nos tecidos moles, fraturas e feridas e para gordura localizada;
  • Laser: indicado para analgesia, redução da inflamação e para estimulação da reparação do tecido lesionado.
  • Aussie: indicada para fortalecimento muscular;
  • Microcorrente: possui função anti-inflamatória, cicatrizante, bactericida e antiedematosa;
  • Diadinâmica: possui função analgésica e anti-inflamatória;
  • Galvânica: indicada para relaxamento do tecido, aumento da orxigenação e da circulação periférica, melhor concentração de nutrientes leucócitos, anticorpos e eletrólitos, favorecimento da reparação tecidual e vasolilatação reflexa;
  • Microgalvânica: indicada para a revitalização cutânea;
  • Polarizada: para casos de origem traumo-ortopédica, neurológica ou desportiva;
  • Alta Voltagem (HV): promove aumento do flusxo sanguíneo, fagocitose, melhora oxigenação, reduz o edema, atrai e estimula fibroblastos e células epiteliais.

Como você pode perceber, essa correntes são usadas para o tratamento da dor e do fortalecimento muscular, mas as correntes elétricas também atuam com ação desobstrutiva dos gânglios linfáticos, aumentando a produção de colágeno, melhorando a oxigenação da pele e agindo como fortalecedora dos músculos em geral, o que é fundamental para a redução da flacidez corporal e a prevenção de rugas e marcas de expressão.

Para cada uma dessas correntes elétricas, existem os equipamentos e procedimentos que compõem a eletroterapia estética. Confira a seguir.

Quais são as técnicas e os equipamentos de eletroterapia?

Aqui, listamos todos os procedimentos da eletroterapia estética e os seus respectivos aparelhos para que você conheça mais detalhadamente como é realizado cada uma dessas técnicas. Acompanhe abaixo:

1. Jato Plasma

aplicação de jato de plasma na pálpabra fixa de paciente mulher

O Jato de Plasma utiliza um equipamento que efetua a descarga elétrica de plasma, feixe de elétrons e íons, o que promove uma gama de benefícios para o rosto e para o corpo. A descarga elétrica gerada é totalmente segura e é aplicada da ponta do dispositivo para a pele do paciente.

Além disso, por ter uma uma ponta muito fina, com menos de 0,1mm, é possível realizar o tratamento da área dos olhos e também o lifting de pálpebras, sendo um procedimento não invasivo. Essa técnica oferece os seguintes benefícios:

  • Rejuvenescimento da pele (facial e corporal);
  • Redução da flacidez da pele;
  • Suavização das rugas e linhas de expressão;
  • Levantamento de rosto e corpo;
  • Suavização de cicatrizes;
  • Tratamento de manchas.

2. Radiofrequência

aplicação de radiofrequência da região abdominal de paciente mulher

Os aparelhos de radiofrequência utilizam a energia gerada, ou seja, a própria radiofrequência para promover a estimulação da produção de colágeno e da elastina. A radiofrequência (RF) se tornou um tratamento muito popular nos últimos anos, já que se mostrou muito eficiente para oferecer a elasticidade para a pele. Essa técnica oferece os seguintes benefícios:

  • Melhora a flacidez da pele do pescoço e da papada;
  • Suaviza e reduz as rugas e linhas de expressão;
  • Trata gordura localizada, melhorando o contorno corporal.

A aplicação da técnica dura, em média, entre 20 e 45 minutos de acordo com a recomendação do profissional. Durante o procedimento, o aparelho de radiofrequência aquece a pele a cerca de 38 a 42 graus para efetuar o tratamento. Essa temperatura é suportável e causa pouco desconforto, embora a sensação térmica seja sentida de forma individualizada.

É necessário manter a temperatura ideal para cada protocolo, com intuito de gerar melhores resultados atravéus do tempo de permanência térmica.

3. Ozonioterapia

aplicação de ozonioterapia na área dos olhos de paciente mulher

A ozonioterapia é indicada para o tratamento de gordura localizada, flacidez cutânea e estrias, assim como diversas afecções faciais, como rudas, linhas de expressão e olheiras. É um dos métodos mais eficazes para um resultado aparente imediato.

Atualmente, a ozonioterapia é considerada uma técnica minimamente invasiva, segura e eficiente, com diferentes aplicações com efeitos terapêuticos benéficos para a saúde e aparência da pele, incluindo a redução do estresse oxidativo que pode ser desencadeado por muitos fatores metabólicos. Essa técnica oferece os seguintes benefícios:

  • Ação anti-inflamatória;
  • Ação antioxidante contra radicais livres;
  • Reativação a microcirculação;
  • Melhora na oxigenação;
  • Estimulação do colágeno.

A terapia baseada no uso de ozônio é realizada por meio de um equipamento gerador de ozônio para aplicação na epiderme, com angulação da agulha em planos diferentes, de acordo com o protocolo a ser escolhido e os aparelhos são compactos e de fácil manuseio.

4. Alta Frequência

aplicação de alta frequência em face de paciente mulher

A terapia chamada de Alta Frequência é indicada para a limpeza de pele, hidratação e descontaminação e, para isso, são utilizados os eletrodos que emitem uma corrente alternada de frequência alta. Dentro de cada um desses eletrodos, existe um gás especial (ozônio) que é o meio condutor do estímulo elétrico.

Essa corrente atua na pele promovendo efeito oxigenante, bactericida e fungicida.

5. Peeling (ultrassônico, diamante)

aplicação de peeling em rosto de paciente mulher

O Peeling é uma técnica utilizada para o melhoramento de diversos aspectos da pele, proporcionando resultados aparentes desde as primeiras sessões. É um procedimento não invasivo que tem como objetivo a eliminação das células mortas da pele, das impurezas e do excesso de oleosidade na superfície da pele.

Os aparelhos usados para a técnica do peeling possuem uma ponteira com cristais de diamante abrasivos que removem as células mortas da pele, para a estimulação do processo de renovação celular natural do organismo.

Nesse tratamento, a ponteira de diamante é passada em toda a face, tanto que é comum que o rosto fique com leve vermelhidão após o procedimento, sendo indicadas para os pacientes as orientações depois do procedimento, como uso do protetor solar e evitar ficar com a face exposta ao sol nos primeiros dias. É um procedimento indicado para:

  • Redução das cicatrizes finas;
  • Redução de acne;
  • Tratamento dos poros dilatados;
  • Suavização das rugas;
  • Remoção de espinhas não inflamadas.

6. Caneta Elétrica Dermapen

aplicação de dermapen em lábios de paciente mulher

A Dermapen é um dispositivo elétrico que usa múltiplas agulhas, ideal para a realização da terapia de indução percutânea de colágeno.

A sua ação se inicia com a perda da barreira cutânea para que a pele melhore a absorção de ativos e os sinais de envelhecimento sejam atenuados.

Para isso, as agulhas são aplicadas diretamente sobre a pele, enquanto é realizada a aplicação de ativos que exercem os efeitos terapêuticos de bioestimulação. A atuação das agulhas atinge uma profundidade de 0,25 a 3,0 mm, conforme a indicação para a região de permeação do rosto.

A caneta elétrica Dermapen possui diversas velocidades e profundidades de penetração da pele com finalidades em diferentes tipos de tratamentos.

7. Laserterapia

aplicação de laserterapia em rosto de paciente mulher

A laserterapia consiste no uso de dispositivos que emitem a Radiação Eletromagnética (REM) de maneira estimulada, quando a dosimetria é fundamental para se estabelecer um protocolo seguro e eficaz.

Ela é indicada para remoção de manchas escuras, cicatrizes, pelos, rugas, além reduzir a flacidez e melhorar o aspecto da pele. Isso porque o laser pode atingir diversas camadas da pele, depdendendo do objetivo do tratamento e do tipo de laser, o que proporciona resultados diversos.

A laserterapia tem como principais finalidades:

  • Auxiliar na preparação da pele;
  • Gerenciar no período pós procedimentos;
  • Ajudar nos tratamentos de intercorrências.

8. Microcorrentes

aplicação de microcorrentes em abdômen de paciente mulher

O tratamento estético realizado por microcorrentes é considerado um procedimento de baixa intensidade, ficando na faixa dos microampéres, podendo variar de 10 a 900µA, com correntes elétricas contínuas e alternadas.

Os estímulos produzidos pela corrente no organismo são subsensoriais, isto é, não geram desconforto nenhum ao paciente durante a aplicação, o que faz da técnica segura e de fácil aceitação pelos pacientes.

O procedimento de microcorrentes tem as seguintes finalidades:

  • Analgesia;
  • Aceleração do processo de renovação tecidual;
  • Auxílio na recuperação de fraturas (aumento da osteogênese);
  • Ação anti-inflamatória;
  • Ação bactericida;
  • Redução de edemas e inchaços;
  • Relaxamento muscular.

9. Vacuoterapia

aplicação de vacuoterapia em bumbum de paciente mulher

A terapia da vacuoterapia tem o intuito de promover uma massagem profunda na pele, estimulando a circulação do sangue nos tecidos e a eliminação das toxinas, além de auxiliar no aumento do fluxo sanguíneo e a nutrição das células.

O equipamento de vacuoterapia promove a oxigenação da pele e a melhora do tônus muscular, reduzindo o aspecto da celulite, auxiliando no tratamento de gordura localizada. O aparelho ainda conta com ponteiras especiais que realizam uma drenagem linfática, auxiliando no tratamento de lesões musculares, facilitando também a extração de comedões (cravos) e a limpeza de pele.

As sessões podem causar um leve desconforto, porém são bem suportadas pelos pacientes, e são indicadas, em média, duas vezes por semana para obtenção dos resultados desejados, como a melhora dos seguintes fatores:

  • Redução da tensão muscular;
  • Aumento do fluxo linfático para eliminação das toxinas;
  • Esfoliação da pele para uma limpeza completa;
  • Uniformidade e tonificação da pele da face;
  • Redução da celulite.

10. Ultrassom Microfocado

aplicação de ultrassom microfocado em rosto de paciente mulher

O ultrassom microfocado é uma tecnolofia usada para harmonização não invasiva corporal e facial, tratamento de estrias, redução de adiposidade localizada e volume de fibras musculares.

O efeito lifting é observado imediatamente após a aplicação, mas seus efeitos fisiolóficos são visíveis até 6 meses depois da aplicação.

Ainda, possui um sistema que indentifica o tipo de cartucho usado e indica o número de disparos a serem efetuados nas áreas facial e corporal, além da escolha da dosimetria adequada para cada tratamento

As ondas do ultrassom atingem e aquecem desde a camada mais superfial até as camadas mais profundas da pele e, desse modo, a energia do ultrassom auxilia na estimulação da produção de colágeno, promovendo uma pele muito mais firme e tonificada. Assim, os principais benefícios do tratamento com o ultrassom microfocado são:

  • Redução de rugas;
  • Firmeza da pele do pescoço;
  • Levantamento das bochechas, sobrancelhas e pálpebras;
  • Melhora da definição do maxilar;
  • Melhora da textura da pele.

11. Laser CO²

aplicação de laser de CO2 em rosto de paciente

O laser de CO2 Fracionado é um tratamento super inovador e completamente eficaz, o qual trata rugas, poros dilatados, cicatrizes de acne e manchas.

Essas ondas atingem as camadas mais profundas da pele, aumentando a produção de colágeno e oferecendo um aspecto jovial de maneira natural ao paciente, por meio do efeito lifting gerado na pele. Além da faze, também é possível realizar o tratamento com o Laser de CO2 em áreas do corpo como o pescoço, colo e mãos, para que quer rejuvenescer essas áreas.

O tratamento com o Laser de CO2 é individualizado, assim, haverá pacientes que, com uma sessão, já apresentam melhoras e outras que podem precisar de mais sessões. Vale lembrar que o intervalo entre essas sessões é no mínimo 30 dias e deve ser respeitado.

Após o procedimento, é importante não se expor ao sol, hidratar muito a pele e usar filtro solar, além de acessórios que protejam a pele adequadamente.

12. Tecarterapia

aplicação de tecarterapia em coxas de paciente mulher

A Tecarterapia tem sudo usada como forma de recuperação e/ou prevenção em disfunções neuro-músculo-esqueléticas.

Trata-se de uma terapia não invasiva que promove importantes efeitos tanto de reabilitação quando regeneração de tecidos. Essa tecnologia apresenta dois sistemas: Capacitivo e Resistivo. A sua ação ocorre no sistema linfático, vascular, no tecido muscular, tendões, articulações, ligamentos, cartilagem e ossos.

Na Estética, a Tercaterapia é considerada uma tecnologia padrão Ouro para tratar celulite, flacidez facil e corporal, pois utiliza altas temperatudas para estimular o desenvolvimento de colágeno e elastina.

A Tecarterapia é considerada uma inovação no campo da estética e é indicada para:

  • Rejuvenescimento e tonificação da pele;
  • Redução das celulites;
  • Eliminação de gordura localizada;
  • Redução da flacidez de pele;
  • Remodelagem corporal;
  • Estética íntima;
  • Reabilitação de membros lesionados;
  • Redução de espasmos musculares;
  • Relaxamento e recuperação dos músculos.

13. Carboxiterapia

aplicação de carboxiterapia em rosto de paciente mulher

Os equipamentos de Carboxiterapia injetam o gás carbônico medicinal (Dióxido de Carbono ou CO2) no tecido subcutâneo com o objetivo de estimular os efeitos fisiológicos, melhorando, principalmente, a circulação e a oxigenação dos tecidos.

Esse gás é rapidamente absorvido e eliminado, restando somente o efeito vasodilatador, tanto que os tratamentos pela técnica de carboxiterapia são considerados muito seguros, sem efeitos colaterais ou complicações.

A Carboxiterapia é recomendada para o tratamento de celulites, gordura localizada, flacidez, estrias, rugas, olheiras, além de também poder ser indicada para o período pós-cirurgia plástica.

No caso de olheiras, a circulação sanguínea estimula a formação de novos vasos sanguíneos, que ajudam a minimizar a aparência escurecida da pele. Além disso, por causa da formação acentuada de colágeno e elastina, a flacidez também é controlada, proporcionando uma aparência mais jovem para a pele.

14. Injetores Automatizados

mulher franzindo a testa com cara de surpresa

Os equipamentos injetores automatizados são os aparelhos que realizam as injeções de ácido hialurônico e botox de forma fácil, indolor e que não exigirá um longo tempo de recuperação para os pacientes.

Para resumir, trata-se de um dispensador elétrico projetado exclusivamente para a aplicação de injeções de preenchedores e ativos, como é o caso do botox. Confira os benefícios dos injetores automatizados:

  • Fluxo controlado para uma aplicação de botox indolor e confortável;
  • Doses pré-programáveis para maior precisão sem desperdício;
  • Processo de injeção ideal para não lesionar os tecidos;
  • Aspiração automática e eficaz;
  • Maior biossegurança para realização dos procedimentos estéticos.

15. Ledterapia

aplicação de led terapia em rosto de paciente mulher

Os equipamentos de LED também cresceram consideravelmente entre as técnicas de eletroterapia, afinal, são muito mais baratos que o laser nos tratamentos de regeneração tecidual, clareamento da pele, rejuvenescimento facial, entre outros.

Além disso, cada uma das cores de LED possui indicações específicas, trazendo benefícios diversos:

  • Luz vermelha (630 – 700nm): essa cor tem efeito bioestimulante; ação regeneradora; ação anti-inflamatório; ação estimulante do colágeno e elastina; aumento da permeabilidade e tonificação cutânea; atenuação das linhas de expressão, rugas, cicatrizes e manchas;
  • Luz verde (470 – 550nm): a luz verde inibe o estímulo dos melanócitos que promovem a hiperpigmentação (manchas); estimula a microcirculação, desobstrui vasos linfáticos e elimina edemas;
  • Luz azul (400 – 470nm): o LED azul possui ação bactericida e cicatrizante; reduz o excesso de oleosidade e secreção sebácea; auxilia na oxigenação e na regeneração dos tecidos; melhora a hidratação; além de ter um efeito clareador;
  • Luz âmbar – amarela (570 – 590nm): o LED âmbar melhora o movimento do sistema linfático; suaviza a textura da pele; estimula a produção de colágeno e elastina natural do corpo;
  • Luz violeta (380 – 450nm): a luz violeta tem o poder de regeneração celular e aceleramento do metabolismo local; melhora da viscoelasticidade; aceleração da renovação celular da epiderme; diminuição das marcas de expressão e rugas; hidratação celular e tecidual; suavização das celulites; estimulação da lipólise;
  • Luz infravermelha (700 – 1200nm): por último, a luz de LED infravermelha possui ação anti-inflamatória; ação analgésica; ativação dos fibroblastos; estímulo do colágeno e da elastina; crescimento da permeação de ativos.

Esses são alguns dos principais procedimentos da eletroterapia, suas aplicações e finalidades. Esperamos que você tenha entendido um pouco mais dessas técnicas modernas e altamente eficientes para cuidados de pacientes que estão buscando elevar a autoestima por meio do autocuidado através dos tratamentos estéticos. E, para saber mais sobre esse universo, fique sempre por dentro do blog da Tudo Belo Estética!