Queima queima Descontão! Ofertas com até 82% Off

Tudo para sua Clínica em até 48x whatsapp
Compre pelo WhatsApp ou Ligue:0800 940 7149

Visite nosso Blog | Saiba como alavancar sua carreira de esteticista

Blog Home / Aparelhos Estéticos / Qual o melhor laser para depilação? Conheça os tipos usados

Qual o melhor laser para depilação? Conheça os tipos usados

pernas femininas dobradas e fundo branco

Os pelos incomodam muitas pessoas que preferem a estética do seu corpo sem a presença deles. E, após muitos anos sofrendo com depilações por lâminas ou cera, descobriram o poder do laser para a depilação, sendo um procedimento estético rápido com resultados incríveis e de efeito duradouro, alguns até mesmo definitivos.

Então, se você se interessa por essa área e quer saber mais sobre qual o melhor laser para depilação, acompanhe nosso post e descubra!

Tipos de laser para depilação: quais os melhores?

Quando falamos da área da estética, devemos considerar que existem diversos aparelhos de laser disponíveis para os profissionais escolherem e, consequentemente, diferentes tipos de lasers que eliminam os pelos aparentes. Confira:

Laser Alexandrite

Esse laser é um dos mais conhecidos e se destaca por sua ponteira que resfria a pele, aliviando o incômodo gerado pelo procedimento. É considerado um bom laser, capaz de eliminar até mesmo os pelos mais finos e claros. Ele é indicado para peles levemente morenas.

A aplicação não é considerada tão dolorida e em muitos modelos, é usado um gás criogênico para minimizar o desconforto gerado. No entanto, esse tipo de laser não é indicado para diferentes tons de peles negras ou bronzeadas, pois pode provocar queimadura devido a quantidade de melanina presentes em cada um desses fototipos.

Em outras peles, esse tipo de laser ainda é considerado bastante seguro. O procedimento pode ser realizado com intervalos de, geralmente, 30 dias entre as sessões, já que esse tempo pode variar de acordo com o tipo de pelo e a região a ser depilada.

Laser Nd YAG

O laser Nd YAG, ao contrário do Alexandrite, não oferece alta atração pela melanina, por isso é indicado para diferentes tons de pele negra, não provocando nenhum tipo de mancha.

Aliás, a segurança é uma das principais características desse tipo de laser, uma vez que sua energia não se expande e os riscos de agressões à pele são baixíssimos. É válido ressaltar que o tratamento demora um pouco mais e o número de sessões é indicado conforme a resposta da pele de cada pessoa.

Além disso, os pacientes podem sentir níveis de dores diferentes devido ao comprimento de onda de 1064nm. Este é um critério que deve ser considerado antes de decidir por esse tipo de laser para depilação definitiva.

É um procedimento totalmente capaz de alcançar o bulbo do pelo, ainda que seu feixe de luz possa ser regulado em quantidade de disparos por alguns segundos.

Laser de Diodo

O laser de Diodo é um dos mais potentes sendo altamente eficiente para todos os tipos de peles e pelos. Esse tipo de laser também pode ser aplicado em todas as regiões do corpo: axilas, tórax, braço, perna, buço, barba, costas, entre outras.

Como seu feixe de energia é concentrado e intenso (com comprimento de 810 nm), o procedimento costuma ser bem rápido. E mais, esse tipo de laser também conta com um sistema de resfriamento capaz de atenuar a dor no local aplicado.

Geralmente, são indicadas 10 sessões para eliminação completa dos pelos. Mas a depilação não é considerada definitiva, geralmente precisa de uma sessão de manutenção a cada 12 meses.

Outro benefício desse procedimento é que ele trata a foliculite, aquela inflamação que ocorre nos poros dos pelos. É um procedimento realizado com equipamentos modernos que deve ser sempre conduzido por um profissional capacitado.

Existem diferentes equipamentos que utilizam este tipo de laser e é válido ressaltar que eles podem variar no modo de disparo e tamanho da ponteira.

Como o profissional escolhe o aparelho para depilação a laser?

Para escolher qualquer um dos modelos, o profissional deve aprender a operar o equipamento de laser que pretende investir para compor a sua clínica, sempre considerando qual o tipo de serviço que deseja oferecer para os seus pacientes.

Além disso, ele deve saber qual é o comprimento de onda (medida em nanômetros – nm) que o aparelho oferece. É válido ressaltar que quanto menor for o comprimento da onda menor é a profundidade de alcance da luz emitida pelo laser., sendo necessário ajustar os parâmetros de forma correta para efetuar o procedimento com resultados satisfatórios.

E, você, o que achou de cada um dos tipos de procedimentos de depilação a laser? Esperamos que você tenha gostado desse conteúdo. E, se quiser saber mais sobre os procedimentos estéticos, confira os outros conteúdos do nosso blog!