Tudo para sua Clínica em até 48x.Ligue: 0800 940 7149e fale com nossos Especialistas.WhatsApp: (62) 99280-8286

Monte a Sua Clínica!

Blackfriday

10% OFF

BRINDE EXCLUSIVO

FRETE E TREINAMENTO GRÁTIS

Hygiaplasma Aparelho de Jato de Plasma KLD

Hygiaplasma Ehf1714 Kld

De: R$ 10.999,00Por: R$ 8.900,00ou X de

Economia de R$ 2.099,00

Comprar
Descrição
HYGIAPLASMA - Exclusivo Jato de Plasma Nacional

O Hygiaplasma da KLD é um aparelho de Jato de Plasma com altíssima tecnologia, ideal para revolucionar seus tratamentos. O equipamento conta com 1 caneta aplicadora e 4 opções de ponteiras, sendo três delas destinadas à técnica de fulguração e uma ponteira para a técnica de contato.

Todas as ponteiras possuem acoplamento perfeito para a região a ser tratada, garantindo resultados eficientes e duradouros. O Hygiaplasma conta, também, com um software de fácil programação para total praticidade ao profissional durante o atendimento.



O Jato de Plasma utiliza o princípio físico da descarga de faísca denominada "Plasma", gerada por corrente contínua. O Jato de Plasma é obtido por meio de uma corrente elétrica de alta tensão, mantida segura e controlada por sistemas eletrônicos.

Caracteriza-se pela forma de uma faísca luminosa entre o aplicador e a pele do paciente a uma distância inferior a dois milímetros. A emissão pode ser instantaneamente acionada e/ou interrompida pelo operador. A aplicação de energia térmica obtida por meio do arco elétrico direcionado sobre a pele promove o tratamento de diversas disfunções cutânea.

Modos de operação
Conta com modo 4 modos de operação: Contínuo, One Shot, Pulsado e Plasmaporação.

Ponteiras
Acompanha 4 ponteiras e uma caneta aplicadora.

Design inovador
O Hygiaplasma conta com design inovador que oferece praticidade ao profissional durante o atendimento.

Registrado na ANVISA
O Hygiaplasma conta com Registro ANVISA 10245239014.
 
Seguro
Oferece segurança para o paciente e para o profissional durante o uso.

Fácil programação
Software de fácil programação.

Resultados mais duradouros
O Hygiaplasma proporciona resultados satisfatórios e duradouros

Aumente seu faturamento
Possibilidade de aumentar o faturamento do seu consultório, sala estética ou clínica.

PONTEIRAS
1 - PONTEIRA ESFÉRICA
A Ponteira Esférica é destinada para utilização da técnica de aplicação de contato.

2 - PONTEIRA CÔNICA
 Ponteira Cônica também pode ser utilizada para a técnica de fulguração, mas gera uma concentração de energia levemente menor que a Ponteira Suporte Agulha.

3 - PONTEIRA RETA
 Ponteira Reta conta com maior diâmetro entre as ponteiras de fulguração. Isso faz com que a concentração de energia seja menor, gerando uma agressão de maior diâmetro.

4 - PONTEIRA SUPORTE AGULHA
 Ponteira Suporte Agulha foi desenvolvida para a técnica de fulguração com agulhas descartáveis de eletrolifting. Ela promove uma concentração maior de energia, por ser uma ponteira de menor diâmetro.

MECANISMO DE AÇÃO
1. A ionização de alguns materiais ocorre quando estes são submetidos a campos elétricos intensos, tornando-se condutores. Esse fenômeno é chamado de ruptura dielétrica (Lei de Paschen) e, quando ocorre, a corrente elétrica é capaz de passar pelo ar (arco elétrico ou arco voltaico).

O Hygiaplasma emite uma corrente elétrica de alta tensão controlada que circula entre as ponteiras aplicadoras e a pele do paciente, ionizando o ar ambiente e gerando, assim, o Plasma.

2. Quando o Plasma produzido a partir das moléculas do ar atmosférico passa pelos tecidos, ocorre a liberação de gazes tóxicos como o óxido nítrico e o ozônio.

Porém, essa liberação acontece em quantidades seguras, sendo suficiente para gerar ação antimicrobiana, bactericida e de estímulo à cicatrização de feridas (Rajasekaran, et al., 2009).

A aplicação do Plasma também é reconhecida como uma ótima maneira de melhorar os efeitos terapêuticos de produtos aplicados topicamente.

Isso ocorre porque o plasma realiza a quebra temporária das ligações entre as células do estrato córneo, facilitando a absorção de princípios ativos e aumentando a permeabilidade da pele (Shimizu, et al.,2016; Choi, et al., 2016).

3. O uso do Plasma induz à proliferação de células endoteliais, por meio da liberação de fatores de crescimento como FGF2 (Heinlin, et al., 2011).

O discreto aumento de temperatura dos tecidos submetidos à aplicação de plasma (ponteira de contato) leva também a um efeito de estímulo à proliferação de queratinócitos, auxiliando na cicatrização de feridas e na regeneração dos tecidos (Weltmann, et al., 2009).

4. A regeneração plasmática da pele (PSR) age por meio da entrega direta de energia térmica (proveniente do plasma), produzindo um aquecimento uniforme dos tecidos. Neste caso, isso independe da presença de cromóforos, como ocorre nos processos de fototermólise seletiva.

O dano térmico controlado estimula a produção de colágeno, reduzindo a elastose e melhorando a aparência da pele fotoenvelhecida (Heinlin, et al., 2011, Foster, Moy e Fincher, 2008).

A ação da energia térmica se dá em duas regiões distintas: uma chamada de zona de dano térmico (ZDT), que se restringe à epiderme e onde as células são danificadas pelo calor; e outra chamada de zona de modificação térmica (ZMT), que ocorre na derme, na qual as células são modificadas termicamente, mas não danificadas.

5. Na zona de modificação térmica ocorre intensa atividade fisiológica de regeneração da pele, pois a alta temperatura atingida na derme, embora mantenha as células viáveis, ocasiona desnaturação do colágeno — com consequente aumento na atividade dos fibroblastos, resultando em neocolagênese e neoelastogênese (Kilmer, et al., 2006).

6. Diferente dos lasers ablativos, o plasma deixa uma camada de epiderme intacta (semelhante a uma crosta), que age como um curativo biológico natural e promove uma recuperação mais rápida do que seria observado com tratamentos ablativos. Essa “crosta” permanece de 4 a 5 dias sobre o tecido resultante, permitindo que uma nova epiderme se forme embaixo.

TÉCNICAS DE APLICAÇÃO
FULGURAÇÃO: A técnica de fulguração consiste na entrega de energia térmica (proveniente do plasma) à pele, produzindo um dano térmico controlado. Pode ser realizada por meio da técnica pontual ou de varredura, dependendo da indicação do tratamento.

Áreas de aplicação:

1 - Linhas de expressão na área frontal

2 - Pálpebra Inferior

3 - Para melhorar o ângulo do lábio superior

4 - Para elevar o ângulo da sobrancelha
5 - Sulco nasogeniano


- Pontual: são realizados pontos de fulguração mantendo uma distância de cerca de 5 mm entre eles. Esta técnica permite a distribuição dos pontos de fulguração em áreas de maior extensão. A pele sadia, mantida entre os pontos, facilita a recuperação/regeneração do tecido.

- Varredura: é indicada para lesões bem localizadas, como na remoção de ceratoses, papilomas, pigmentos exógenos (micropigmentações e tatuagens) e xantelasmas.

A técnica de Varredura consiste em realizar a fulguração de maneira ininterrupta, movimentando a ponteira sobre a área de tratamento.

A partir disso, gera-se uma agressão maior (e de menor controle) ao tecido; por isso deve ser aplicada com cautela. A movimentação da ponteira deve respeitar sempre o mesmo distanciamento da pele e a velocidade de movimentação, para que haja maior uniformidade da aplicação.

APLICAÇÃO DE CONTATO: A Técnica de Aplicação de Contato é indicada para rejuvenescimento, para combater estrias, para aumentar a permeação de princípios ativos, para tratar acne ativa e pode ser usada também antes da aplicação de fulguração, como uma forma de preparar a pele.

Ela provoca um discreto aumento de temperatura do tecido com consequente estímulo à proliferação de células endoteliais, proliferação de queratinócitos, liberação de fatores de crescimento, liberação de ozônio e óxido nítrico e aumento da permeabilidade da pele, além de possuir ação bactericida e de melhorar a microcirculação.

Consiste, enfim, na aplicação em contato direto com a pele, deslizando com leve pressão a ponteira de maior diâmetro (ponteira esférica – descrita abaixo), excluindo a possibilidade de efeitos adversos provenientes de lesão térmica.

CURETAGEM: A Técnica de Curetagem pode ser realizada após a Técnica de Fulguração para a remoção do tecido que foi “sublimado”. A Curetagem deve ser realizada com algodão ou gaze embebidos em solução antisséptica sem álcool, de forma firme, mas sem pressão excessiva para não causar lesão no tecido em função do atrito (a agressão deve ser apenas a realizada pelo uso do plasma).

MODOS DE OPERAÇÃO
- Modo Contínuo
No modo contínuo, a duração de cada ponto de fulguração depende do profissional. Ele é indicado para realizar a técnica de fulguração pontual.

- Modo Pulsado
As opções de frequência de pulso são: 10Hz, 5Hz, 2,5Hz, 1,7Hz, 1,2 Hz, 1Hz e 0,8Hz, indicadas para a técnica de fulguração por varredura.
Quanto maior a frequência usada, menor é a duração do pulso; portanto, a agressão é maior nas menores frequências. Recomenda-se a utilização das frequências de 10 e 5 Hz.

- Modo One Shot
É indicado para a técnica de fulguração pontual. Cada ponto, porém, terá a duração selecionada no shot. As opções são: 0,1s/ 0,2s/ 0,3s/ 0,4s/ 0,5s e 0,6s. Quanto maior for o tempo de duração do shot, maior será a agressão.

- Modo Plasmaporação
Indicado para a técnica de contato. Para aplicação da plasmaporação, a intensidade já está fixa no equipamento e não pode ser alterada.

PROTOCOLOS DE APLICAÇÃO
Estrias
Técnica: Contato
Intervalo entre as sessões: 1 vez por semana
Associar cosméticos para estimular a produção de colágeno
 
Acne Ativa
Técnica: Contato
Intervalo entre as sessões: 1 vez por semana
Associar cosméticos para o controle da inflamação e da oleosidade
 
Remoção de ceratoses ou papilomas
Técnica: fulguração varredura, no modo pulsado 10 Hz. Realizar a curetagem durante a aplicação.
Intervalo entre as sessões: normalmente, uma sessão é suficiente para a remoção de uma ceratose ou papiloma. Caso seja necessário mais de uma aplicação, o intervalo deve ser de 30 a 45 dias.
 
Remoção de xantelasmas
Técnica: Fulguração varredura, no modo pulsado 10 Hz. Realizar a curetagem durante a aplicação.
Intervalo entre as sessões: normalmente, uma sessão é suficiente para a remoção de um xantelasma. Caso seja necessário mais de uma aplicação, o intervalo deve ser de 30 a 45 dias.
 
Hiperpigmentações (melanoses solares e efélides)
Técnica: Fulguração varredura: modo pulsado 10 Hz. Pode ser realizada a curetagem.
Intervalo entre as sessões: normalmente uma sessão é suficiente para a remoção de uma hiperpigmentação. Caso seja necessário mais de uma aplicação, o intervalo deve ser de 30 a 45 dias.
 
Rejuvenescimento e cicatriz de acne
Técnica: Fulguração pontual: one shot ou contínuo.
Intervalo entre as sessões: 30 a 45 dias.
Inicialmente, associar cosméticos para controlar a inflamação e, posteriormente, estimular o reparo tecidual e a produção de colágeno.

Indicações
- Regeneração plasmática da pele (PSR)
- Reparação Tecidual
- Fotorejuvenescimento
- Cicatrizes

Contraindicações
- Marca-passo
- Disfunções cardíacas
- Gestantes
- Epilepsia
- Lesões Cutâneas
- Câncer de pele
- Melanoma

Contraindicações Relativas
- Pele bronzeada
- Infecções cutâneas
- Couro cabeludo

Dados Técnicos
Marca: KLD
Modelo: Jato de Plasma
Dimensões: 35 x 26 x 13cm (C x L x A)
Peso: 2,5Kg

Registro ANVISA: 10245239014

Garantia: 12 meses
Especificações

QUEM VIU ESTE PRODUTO, VIU TAMBÉM

Avaliações e dúvidas sobre este produto

Avaliações
Dúvidas

De: R$ 10.999,00Por: R$ 8.900,00ou X de

Economia de R$ 2.099,00

Comprar